The 12 Best Movies of 2006

O ano de muito filmes memoráveis, também o ano em que fui mais vezes ao cinema, foram muitos filmes marcantes, algumas obra-primas, deixei muitos filmes de fora por conta do número, o ano em que Martin Scorsese ganhou seu aguardado Oscar, o prêmio chegou com Os Infiltrados, grande filme só não o melhor do diretor, o que causou choque em parte do público já que o ano tinha tantos outros títulos melhores, outros gostam muito de Cartas de Iwo Jima, de Clint Eastwood também não entrou na lista, outro que por pouco não entrou foi Borat, de Larry Charles grande filme - um dos mais engraçados da ultima década - A Vida dos Outros, de Florian Henckel von Donnersmarck também não entrou na lista, sem mais delongas vamos aos melhores filmes.

Resultado de imagem para the devil wears prada

12. O Diabo Veste Prada, de David Frankel
O filme se tornou um clássico da sessão da tarde, com todos os elementos, personagens e frases marcantes, filmes cheio de passagens gostosas, Meryl Streep em mais uma das atuações de sua carreira, alias o público que não conhecia a maior atriz do cinema só ficou sabendo quem era a mesma com a criação de sua Miranda Priesley, fazendo uma das chefes mais chatas do cinema, que de tão chata chega a ser inesquecível, talvez alguns homens criem algum preconceito desnecessário por ser um filme que envolve moda, mas é uma comédia "feminina" muito acima da média.

Resultado de imagem para dreamgirls
11. Dreamgirls, de Bill Condon
O musical sucesso por alguns motivos, como Beyoncé como protagonista, musicas estupidamente bem cantadas por Jennifer Hudson, colocar Eddie Murphy no elenco ajudou a bilheteria, mesmo com uma direção de clipe de Condon, o filme ainda consegue se aprofundar em cada personagem, algumas musicas são memoráveis, fora o posto de maior filme indicado ao Oscar, sem conseguir chegar na categoria de melhor filme, talvez naquele ano o filme realmente merecia uma vaga entre os melhores, mas com tanto filmaço na disputa acho um pouco difícil, pra quem gosta de musicais esse e mais uma delicia.

Resultado de imagem para Marie Antoinette movie
10. Maria Antonietta, de Sofia Coppola
O filme ficou marcado por ser um dos mais vaiados da história do Festival de Cannes mas, todo mundo sabe que as vaias quase sempre são falsas, Sofia Coppola entregou um filme com todas as suas marcas, ele é visualmente milionário, com uma porção de musicas contemporâneas que uma das marcas da diretora, sem se preocupar com fatos histórias a diretora conduz a trama do da sua forma, o que foi uma delicia de filme, outra parceria com Kirsten Dunst e mais uma grande atuação.

Resultado de imagem para The Prestige movie
9. O Grande Truque, de Christopher Nolan
O diretor que se tornaria um megalomaníaco estava em sua melhor fase entre 2005 e 2008, no meio disso, ele entregou um grande filme sobre amizade contra rivalidade, dona de um denso sentido narrativo e desdobramentos coerentes, digno de um grande final, mais uma das grandes parcerias do diretor com Christian Bale, um desafio a mente do espectador, um filme complexo e filosófico de forma que apenas Nolan e alguns poucos conseguem, porem parece meio perdido no segundo ato. Mas o ultimo ato é brilhante e vale o espetáculo.

Resultado de imagem para stranger than fiction movie
8. Mais Estranho que a Ficção, de Marc Forster
O melhor filme de um diretor sem qualquer personalidade, só se torna o que e - grande - por conta de uma história que esbanja de criatividade, mesmo sendo um filme, diga-se, estranho não deixa de ser ótimo. O roteiro é muito original e sua execução idem. Não há exageros, clichês ou cenas rebuscadas, ainda que exista um certo receio do público por conta de Will Ferrell é aqui que ele entrega sua melhor atuação em anos de carreira e comédias toscas, se o final não fosse tão covarde teríamos uma obra-prima

Resultado de imagem para babel movie
7. Babel, de Alejandro G. Iñarritu
O final de uma trilogia com múltiplas histórias não poderia ser melhor, os personagens são fortes, grandes atuações, um elenco poderoso, é um filme com muita força para tratar de pequenos conflitos entre pessoas, filmes com várias histórias ou são todas excelentes em perfeita sintonia, ou uma fica melhor do que outra, o filme de Iñarritu se encaixa na primeira parte, direção intensa, montagem inteligente, trilha belíssima e uma parte técnica que beira a perfeição. Uma verdadeira odisseia sobre a dor enquanto elemento universal.

Resultado de imagem para pan's labyrinth movie
6. O Labirinto do Fauno, de Guilhermo Del Toro
O filme mais querido do ano e uma grande surpresa, o que inicialmente parece só mais um filme de uma pequena menina no meio de uma guerra, se torna um grande fábula, dirigido de forma excelente e uma grande estória, o roteiro deixa em aberto alguns questionamentos, e esse é o seu ponto forte, o grande contraste entre a realidade (cruel) e o fantasioso (em parte influenciado pela crueza do real) nunca esteve tão presente, uma grande fabula contada da melhor forma possível, tecnicamente é um marco.

Resultado de imagem para children of men movie
5. Filhos da Esperança, de Alfonso Cuáron
O talento do diretor já tinha se consolidado em filme de seu país de origem, o seu maior e melhor filme em terras americanas é uma distopia de qualidade. Cuarón filma os tiroteios com tanta solidez e realidade que nos deixa com o coração na garganta, aquelas cenas que nos deixam desesperados por completo, seja pela perspectiva triste que o resume, ou pelas situações tensas em que os personagens caem, a ideia do filme é simplesmente genial por completo.

Resultado de imagem para notes on a scandal movie
4. Notas Sobre um Escândalo, de Richard Eyre
O casamento de todos os elementos de um filme as atuações são perfeitas Judi Dench é aquela bruxa que ninguém gosta de se aproximar, Cate Blacnhett é aquela mulher aparentemente frágil que em determinado momento do filme simplesmente explode e entrega um dos grandes momentos do filme, roteiro amargo, direção espetacular e trilha maravilhosa fazem do filme um memorável longa britânico sobre as loucuras que a solidão, ciúmes, repressão e luxúria podem causar nas pessoas ao nosso redor.

Resultado de imagem para little miss sunshine movie
3. Pequena Miss Sunshine, de Jonathan DaytonValerie Faris
O filme mais querido do ano, é também um dos filmes que entraram para a lista de clássicos da sessão da tarde, é um filme para se divertir, com vários personagens engraçados, marcantes e algumas passagens memoráveis, é aquele filme que colocamos para assistir quando estamos de cara feia para o mundo, uma experiência hilária e comovente, a química do elenco é incrível, cada personagem é um mundo à parte, o roteiro é bom e até os exageros são justificados e nunca soam gratuitos.

Resultado de imagem para the queen movie
2. A Rainha, de Stephen Frears
O grande momento na história da Rainha Elizabeth II é um dos melhores filmes do ano, uma pequena pérola que quase ninguém da o valor que ela realmente merece, Michael Sheen como o primeiro ministro da época estar muito bem, mas o que Helen Mirren faz no papel da rainha é de arrepiar, retrato colossal tudo isso sob uma trilha sonora impecável, figurinos dignos, mas o que faz o filme ser poderoso em toda sua grandiosidade é Helen Mirren quem manda em tudo, uma pequena pérola que pode sr chamada de obra-prima.

1. Pecados Íntimos, de Todd Field
O cinema é uma caixa de surpresas, para ocupar o primeiro lugar da lista de melhores do ano, a tarefa é simples, me arrebatar, são poucos filmes que conseguiram da forma como o filme de Todd Field, que me marcou para sempre, por isso e por outras muitas coisas que eu considero esse um dos cinco melhores filmes de todos os tempos, mostrar o lado mais escuro da sociedade é um dos temas que eu mais gosto no cinema, a dupla de protagonistas Kate Winslet e Patrick Wilson são simplesmente geniais, os coadjuvantes destroem em cena, não por mais, não por menos esse é uma obra-prima do cinema contemporâneo.

You May Also Like

3 comentários

  1. sofrível diabo veste prada. maria antonietta é uma obra de arte. o filme é muito fiel a biografia que li. impecável. sofia coppola é genial. babel é impressionante. outro grande diretor. duvidaram muito que ele faria um grande filme expandindo os seus olhares. puro preconceito. labirinto do fauno, outra obra de arte. impressionantemente político. gostei bastante de filhos da esperança. igualmente incrível notas sobre um escândalo e o desconfortável pecados íntimos. é bom pequena miss sunshine mas muito superestimado. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Anotei sua lista.
    O que não vi, vou querer vê.
    Maria Antonieta, Pecados Íntimos, O diabo veste Prada, A pequena Miss Sunshine, são maravilhosos.

    ResponderExcluir
  3. O Grande Truque - Várias reviravoltas em um filmaço.

    Mais Estranho que a Ficção - Uma simpática mistura de drama, comédia e ficção. Papel perfeito para Will Ferrell.

    Babel - Ótimas histórias sobre temas atuais e universais.

    O Labirinto do Fauna - Parte técnica e fotografia sensacionais. O melhor filme de Del Toro.

    Filhos da Esperança - Outro filmaço.

    Notas Sobre um Escândalo - Ótimo drama sobre inveja e frustração, com um show das duas atrizes.

    Pequena Miss Sunshine - Sensível e surpreendente.

    A Rainha - Desnudando os defeitos e as qualidades da família real. Mostrando que eles são apenas humanos.

    Pecados Íntimos - Os segredos da classe média americana escancarados. Com ainda um assustador Jackie Earle Harley.

    ResponderExcluir