The 12 Best Movies of 2005

O ano de 2005 foi um ano, particularmente muito especial, foi lá atrás, mais uma década atrás que me apaixonei por cinema, foi Match Point, de Woody Allen que fluoresceu meu amor essa arte que é o cinema, ano das refilmagens King Kong, de Peter Jackson, Guerra dos Mundos, de Steven Spielberg e A Fantástica Fabrica de Chocolate, de Tim Burton - todas ótimas refilmagens, um ano de grandes filmes e interpretações singulares como de Joaquin Phoenix e Reese Whiterspoon, em Johnny e Junne, Terrence Howard na sua melhor atuação em Ritmo de um Sonho, Charlize Theron e Frances McDormard nos entregou outras grandes interpretações em Terra Fria, Memórias de um Gueixa, de Rob Marshall foi um feito único tecnicamente falando e Transamericana foi o grande filme independente do ano, só que como a lista é curta esses são os que deixei como os melhores do ano.


Resultado de imagem para Sin City
Menção Honrosa .:: Sin City - A Cidade do Pecado, de Frank Miller, Quentin Tarantino e Robert Rodriguez
O que muitos chama de exercício de estilo, eu chamo de grande filme de ação, não é pra menos, o filme conta com três diretores Tarantino que é um dos melhores da atualidade, colocou todo seu toque de violência, Rodriguez que é um horror e Miller tinha a chance de sua carreira, o filme é como um todo estiloso, a fotografia em preto e branco, o sangue prateado, as cenas com o bicho amarelo - assustadoras diga-se de passagem - a vasta gama de histórias paralelas se unem de uma forma ou de outra e são todas iguais, apesar da diferença de qualidade entre os diretores, um grande filme pra quem gosta de uma obra mais violenta.

Resultado de imagem para Jarhead movie
12. Soldado Anônimo, de Sam Mendes
O cinema de Sam Mendes já tinha traçado alguns caminhos quando resolveu filmar esse filme de guerra, que não é um filme de guerra propriamente dito, ele segue outro caminho, faz uma denúncia, cheio de boas ideias, irônico e engraçado e mais uma atuação grandiosa de Jake Gyllenhaal, o filme mostra com humor o lado psicológico das guerra, mostrando o cotidiano dos soldados e suas diversões e perversões. O fato de os soldados tentarem lutar contra um inimigo que não conseguem ver e por motivos que não conseguem compreender.

Resultado de imagem para pride & prejudice movie
11. Orgulho e Preconceito, de Joe Wright
Quando James Ivory deixou de nos entregar filmes como aqueles clássicos de época que ele dirigia nos anos 80 e 90 eu meio que fiquei órfão, pois adoro o gênero, eis que me surge Joe Wright e sua equipe, seu primeiro filme mostra tudo o que Ivory fazia e com mais louvor, também uma grande adaptação de uma dos maiores romances de época, não por menos tem uma direção de arte e figurinos intocaveis, trilha sonora poderosa e a melhor atuação da de Keira Knightley, não é longo e nem arrastado, é para quem gosta de um bom romance as antigas.

Resultado de imagem para batman begins movie
10. Batman Begins, de Christopher Nolan
O filme que daria inicio em uma das grandes sagas do século, é o início do amadurecimento dos filmes de super-heróis. Bale interpreta Wayne magistralmente e a forma de como a história é contada é impecável, Nolan resgatou o maior herói dos quadrinhos e colocou no cinema como nenhum ouro diretor, talvez seria capaz, com uma técnica perfeita, fotografia primorosa a recriação de cada personagens da melhor forma possível, não é o melhor da trilogia (como vocês se acercaram nas próximas postagens) mas é sim, o melhor começo para uma nova roupagem do homem morcego.

Resultado de imagem para good night and good luck movie
9. Boa Noite & Boa Sorte, de George Clooney
Sabe aquele tipico filme historicamente importante, que quase ninguém viu ou tem interesse? O filme de Clooney é exatamente isso, mostra com louvor um momento importante na politica dos Estados Unidos, talvez seja o melhor filme dirigido por Clooney, fotografia e direção arte intocáveis, sucesso entre os criticos, ganhou o prêmio de melhor ator em Veneza e chegou até o Oscar com direito a todas as indicações que lhe cabia, infelizmente acabou como o maior perdedor da noite, ainda assim foi o começo do amadurecimento de Clooney como diretor.

Resultado de imagem para junebug movie
8. Retratos de Família, de Phil Morrison
O filme que colocou Amy Adams de uma vez por todas nas telas de cinema, que colocou Amy Adams de uma vez por todas dentre as indicadas ao Oscar, delicia de filme que com muita delicadeza mostra uma família desconstruída (tema que eu gosto em demasia) as personagens cada um com a sua estranheza são lindos e Amy Adams é simplesmente sensacional, grande filme que infelizmente pouca gente da o devido valor, o melhor filme com menor orçamento do ano, pra quem gosta de filmes com família descontinuida e meio doidas, a melhor pedida.

Resultado de imagem para thank you for smoking movie
7. Obrigado Por Fumar, de Jason Reitman
O filme de estreia de Jason Reitman é um achado que pouco gente assistiu, infelizmente. O seu primeiro filme mostrou tudo o que o diretor iria fazer em seus filmes posteriores, engraçado, ácido, inteligente e deliciosamente sarcástico, é uma comédia de alto nível, é um daqueles filmes cheio de classe que não tem medo de chegar onde tem que chegar, tudo com uma atuação (talvez a melhor) de Aaron Eckhart, sem contar com a excelente critica a industria tabagista. 

Resultado de imagem para History of Violence movie
6. Marcas da Violência, de David Cronemberg
O melhor filme da carreira de Cronemberg, é um filme que usa da violência para contar uma história mesmo, não como um artificio qualquer, Cronenberg deixa seu lado bizarro de lado, e acerta em cheio nesse drama de suspense. Viggo Mortensen em uma grande atuação, talvez a melhor de sua carreira, o fato é que a junção do melhor filme do diretor com a melhor atuação de Viggo gera esse filme que conta uma história importante, grande filme que merecia mais atenção na época de premiação.

Resultado de imagem para match point movie
5. Match Point, de Woody Allen
O filme que despertou meu lado cinéfilo, meu amor por cinema, minha vocação da vida, foi também o retorno de Woody Allen a sua melhor forma, já que ele não entregava um filme digno de seu nome a anos, Allen precisou sair da zona de conforto e abraçar Dostoiévski para fazer seu primeiro grande filme do século, em uma história densa e com profundo viés psicológico. um dos pontos altos de sua carreira, com Scarlett Johansson transbordando sensualidade, a escolha da dupla de protagonistas foi certeira, o casal é sensualidade pura.

Resultado de imagem para Constant Gardener movie
4. O Jardineiro Fiel, de Fernando Meirelles
O primeiro filme do melhor diretor brasileiro em terras estrangeiras foi genial, não para todos já que tem uma história que não agradou a maioria, ainda assim Meirelles repetiu parte do feito com sua obra-prima, consegue fazer uma ótima reflexão, denunciando uma cadeia conspiratória em um continente predestinado a problemas sociais, mantendo toda sua sensibilidade. Meirelles entregue um trabalho competente e tocante, marcado por seu estilo de dirigir que é quase inigualável.

Resultado de imagem para munich movie
3. Munique, de Steven Spielberg
O filme que ninguém esperava de um diretor como Spielberg, é também (até o momento) o melhor filme do diretor do século, ele se saiu como o grande diretor que é contando uma história com toques políticos e religiosos, a duração longa é justificável, visto que o filme consegue equilibrar e desenvolver todos os personagens e questões que levanta, e um dos trabalhos que mais se destaca - muito pela seriedade - mas ainda sim consegue preservar o estilo do diretor, uma das três obras-primas feitas em 2005.

Resultado de imagem para capote movie
2. Capote, de Bennett Miller
O filme de estreia de um diretor que se tornaria uma força no cinema atual, sendo um tipo de filme tão delicado e minimalista que corre o risco de se tornar monótono, acadêmico e redundante, o cinema de Miller é tudo menos isso, talvez seja frio demais, como muitos acusam o filme, particularmente não acho só um dos grandes filmes do ano, como um dos melhores filmes de todos os tempos, é tudo perfeitamente colocado, como se não fosse o suficiente, ainda conta com uma poderosa atuação de Phillip Seymour Hoffman que criou uma personagem a altura do que era o verdadeiro Truman Capote, obra-prima indiscutível. 

Resultado de imagem para brokeback mountain movie
1. O Segredo de Brokeback Mountain, de Ang Lee
O melhor filme de 2006 para quase todos que ama cinema, uma linda história de amor que vence todas as barreiras do preconceito. Ang Lee foi maravilhoso ao dirigir com a maior delicadeza do mundo essa história singular, narrada com maestria e uma técnica perfeita, fotografado com uma beleza única, trilha sonora que ficou marcada e um elenco soberbo, todos eles em seu melhor momento, infelizmente o filme sofreu com aquela injustiça no Oscar, ainda assim, para todo caso um dos melhores filmes de todos os tempos, pra ficar na memória.

You May Also Like

5 comentários

  1. Opa! É sua primeira lista a qual eu posso afirmar que assisti todos. Dela, "Soldado Anonimo", "Jardineiro Fiel" e "Marcas da Violência" são os meus preferidos. É show!

    abraço

    ResponderExcluir
  2. amo sim city. maravilhoso. bela foto que escolheu. amo esse orgulho e preconceito. não canso de rever. eu adoro bom dia boa sorte. genial, inteligente. demorei pra ver marcas da violência, reprisa direto. muito bom. amo esse ator. estava revendo match point ontem. o meu preferido do allen, profundo, controverso, incômodo. maravilhoso! ah, amo jardineiro fiel, outro entre meus filmes preferidos. revejo sempre. vi nos cinemas. o filme ia ser na inglaterra. mas meirelles quis que fosse para o continente africano, decisão acertadíssima. munique vi nos cinemas tb. contundente. e eu não conhecia a história. gostei de conhecer. fato histórico muito importante. demorei pra ver capote, maravilhoso. um dos grandes momentos do ator. brokebak mountain tinha expectativa alta. é bom. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Soldado Anônimo - Mais um ótimo filme que mostra o absurdo da guerra, desta vez sem praticamente mostrar a guerra.

    Orgulho e Preconceito - Filmes da época vitoriana não estão entre meus favoritos, mas este eu considero um belíssimo drama.

    Batman Begins - A abertura de uma sensacional trilogia.

    Boa Noite e Boa Sorte - Detalha com riqueza os bastidores e interesses sujos da tv e suas ligações com governo e poderosos. História real antiga e trama extremamente atual.

    Retratos de Família - Choque de culturas que resulta em intolerância e situações constrangedoras. Bom filme.

    Obrigado Por Fumar - Os bastidores da indústria do tabaco mostrado de forma crítica e com uma boa dose de cinismo.

    Marcas da Violência - David Cronenberg mostrando que também é craque no gênero policial.

    Match Point - Woody Allen sempre merece ser conferido.

    O Jardineiro Fiel - Forte denúncia social e uma das melhores adaptações de John LeCarré para o cinema.

    Munique - Grande filme sobre um conflito interminável.

    Capote - Show de Philip Seymour Hoffman.

    Brokeback - Drama polêmico contado de forma sensível. Grande filme.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Lembro-me de ir muito ao cinema em 2005...ainda pagando meia entrada com a minha carteirinha de estudante, rs bons tempos!

    A lista é boa e você lembrou somente dos essenciais do mainstream. Spielberg fez o melhor filme deste ano, obviamente falo de "Munique" porque me decepcionei com "Guerra dos Mundos".

    Para os fãs da saga de George Lucas foi o ano da "conclusão", ao menos até aquele momento, com "Star Wars Episódio III - A Vingança dos Sith" que eu listaria com toda certeza! Apesar da trilogia ser irregularer diante os clássicos, Sith foi o melhor filme.

    Woody Allen chutando bundas com "Match Point", certamente o seu grande retorno e um dos melhores filmes que o velho já fez.

    Abraço
    Rodrigo
    https://cinemarodrigo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir